Time tracking: o que é, como funciona, onde vive e do que se alimenta? Muitos gestores têm dificuldades na hora de fazer a gestão de tempo das equipes e garantir que tudo esteja funcionando de maneira organizada e produtiva. Mas poucos conhecem esse recurso que pode ser uma verdadeira mão na roda no dia a dia.

Se disséssemos que o time tracking é apenas um contador de tempo, você provavelmente se questionaria: “mas como isso pode ser útil?”. De fato, em um primeiro momento essa função parece tão simplória e incapaz de salvar a pátria… Mas isso é porque poucos sabem o que é possível fazer com as informações de tempo da sua equipe!

Pensando nisso, elaboramos este artigo com alguns benefícios do time tracking e por que você precisa implantar esse recurso imediatamente na sua empresa. Confira!

Por que você precisa de um time tracking?

Para precificar melhor

Ah, a precificação… Por que é um desafio tão grande para a maioria dos CEOs? Uma boa justificativa para isso vem da dificuldade em contabilizar gastos com pessoal quando o negócio comercializa serviços, por exemplo. Isso porque, na prestação de serviços, os custos não são tão palpáveis assim.

Pensando de maneira crua, qual é a melhor maneira de saber quanto cada colaborador ou time custam para determinado cliente ou projeto? Se o que é empregado para a “produção” do seu serviço é o tempo, nada mais coerente do que mensurar quanto tempo de trabalho é empregado nos projetos entregues.

Quando começam a contabilizar o tempo de trabalho despendido (seja por projeto, por cliente ou por tarefa), muitos gestores e CEOs se deparam com os seguintes problemas:

  • Estavam cobrando muito menos pelo serviço prestado;
  • O valor cobrado pelas entregas não incluía margem para refações, por exemplo, o que acaba dando prejuízos sempre.

Se você acha que também lida com algum desses problemas, é sinal de que você precisa implantar um time tracking na rotina do seu time! 

Para ter um planejamento mais assertivo

Você já seu sentiu que alguns serviços oferecidos pela sua empresa não dão um retorno satisfatório? Na hora de montar a carteira de produtos do seu negócio, é preciso muita atenção para não acabar caindo nesse buraco.

Quando você tem uma visão ampla de quanto tempo é empregado nos produtos que você oferece, torna-se possível fazer ajustes nos projetos, observando o que não é tão rentável de ser oferecido e, portanto, pode ser eliminado ou, então, substituído.

Para garantir a produtividade da equipe

A produtividade do seu time está diretamente ligada ao sucesso do seu negócio. Afinal, muito do que faz a engrenagem da empresa rodar está nas mãos de quem executa as tarefas, certo? Assim, é preciso que essa questão receba a atenção que merece!

Existe uma neblina muito densa quando o assunto é a produtividade da equipe: quase nenhum gestor ou CEO sabe dizer, com certeza, que acompanha de perto a produtividade dos times. Se alguém perguntar, então, qual é o colaborador mais produtivo e qual costuma levar mais tempo nas entregas, a pergunta certamente ficará sem resposta.

Quando você utiliza o recurso de time tracking, as informações valiosas que o recurso te retorna possibilitam ver os gargalos dos times e em quais tarefas determinados colaboradores levam mais ou menos tempo. O que fazer com isso? Ajustes! Tendo esses dados à vista, você pode fazer realocações que proporcionem mais produtividade a todo mundo.

Para substituir o ponto online no home office

Se você acha que está arrasando na tecnologia só porque usa ponto online, saiba que até mesmo esse recurso já está mais do que ultrapassado. Se você usa o ponto físico, então, precisamos ter uma conversa bem séria.

Um dos motivos pelos quais a marcação de ponto (independentemente se online ou física) é uma falsa ilusão de controle está no fato de que, dessa maneira, registra-se apenas o horário de entrada e de saída do colaborador. E o que ele faz nesse meio-tempo?


Além disso, essas duas informações não são lá tão informativas. O que você pode tirar disso? Aparentemente nada. Já com o time tracking, além da quantidade de tempo empregada no trabalho, você consegue ver em quais tarefas se trabalhou no dia, semana ou mês; e, claro, isso tudo além de observar quais tarefas levaram mais tempo e quais foram concluídas mais rapidamente.

A verdade é que usar o time tracking no seu negócio pode revolucionar a sua gestão (de tarefas, de tempo, de custos e de projetos!). Como dissemos mais acima, parece um recurso simplório, mas quem conhece sabe que existem muitas vantagens por trás da prática de mensurar o tempo de trabalho!

Agora que você já sabe como o time tracking pode te ajudar na sua empresa, que tal conferir os 2 recursos que toda ferramenta de gestão deve ter para uma gestão de tempo e de custo?

Você quer o seu time mais produtivo?


Assine o blog e acompanhe nossos melhores artigos sobre comunicação interna, gestão, liderança e produtividade.