Gestão de tempo e de custo: o que vem à sua mente quando você ouve esses termos?  É comum que muitos gestores ou donos de diferentes negócios se percam na melhor maneira de gerir os custos de sua empresa e também o trabalho executado pela equipe.

O que deixa muitos deles confusos é o que fazer (e para onde olhar) com tantas possibilidades à disposição. No caso da gestão de custos — e também na gestão de tempo —, é possível observá-la por diferentes perspectivas: analisar o quanto se gasta por projeto, por cliente, por tarefa ou por equipe são algumas das opções. Hoje, nós vamos falar sobre essa última!

Se você quer saber quais são as vantagens da gestão de tempo e de custo por equipe, preparamos este artigo para você. Continue a leitura!

Por que fazer uma gestão de tempo e custo?

Por que falar das gestões de tempo e de custo juntas? A resposta é simples: porque, no caso dos negócios que prestam serviços, a gestão do tempo de trabalho está diretamente relacionada aos custos daquilo que a empresa oferece ao público. 

No caso da gestão de tempo, quando você decide colocá-la em prática, passa a ser possível atingir um nível de produtividade (tanto seu quanto da sua equipe) que gera muitos reflexos no dia a dia e nos resultados da empresa. 

Já no caso da gestão de custos, a importância é ainda maior, considerando que influencia diretamente nos lucros do negócio. Gerir os custos daquilo que a sua empresa comercializa deveria ser uma das etapas mais importantes da gestão de um modo geral, mas é bastante comum que esse seja um gargalo de quem empreende. 

Pensando nisso, levantamos 4 vantagens da gestão de tempo e custo por equipe. 

4 vantagens da gestão de tempo e custo por equipe

Permite acompanhar a produtividade da equipe

Quando você tem uma gestão de tempo eficiente, é possível acompanhar o quão produtiva a sua equipe tem sido. Novamente, é importante lembrar que a produtividade é um fator importante de influência nos custos dos serviços que você oferece! Por isso, dê a devida atenção a esse detalhe.

Uma das dificuldades que muitos gestores e CEOs têm é justamente essa: como controlar com assertividade o quanto os times produzem? Qual é a melhor maneira de se fazer isso? Existem algumas opções, mas uma das mais práticas é, com certeza, usar a tecnologia a favor desse objetivo. Atualmente, existem ferramentas de gestão de tarefas (fica a dica para organizar, além do tempo, também as atividades!) que contam com funções que permitem o controle das horas trabalhadas, como é o caso do time tracking.

Permite identificar quando há gargalos nos times

A gestão de tempo e de custos, assim como qualquer outro tipo de gestão, é um forte inflamador de gargalos. Sabe quando há um entrave que sempre acontece e você nunca sabe o porquê ou como resolver? Se esse bloqueio tiver natureza nos fluxos de trabalho do seu negócio, a gestão de tempo com certeza te ajudará a identificá-lo.

Observando a produtividade dos seus times, você pode se deparar, por exemplo, com sua equipe levando o dobro do tempo para executar uma tarefa pouco complexa. Isso pode evidenciar que naquele projeto, os processos não estão tão estabelecidos ou, então, que falta expertise do time para realizar aquela demanda especificamente. Quando você não tem acesso a essas informações de controle de horas, dificilmente se toma consciência de coisas como essas.

Permite distribuir melhor as equipes nas diferentes demandas

Falando em rendimento de equipes, a gestão de tempo permite também que você tenha informações suficientes para distribuir melhor as equipes nas diferentes demandas com as quais o seu negócio tem de lidar no dia a dia.

É muito comum que, entre os seus times, você se depare com um colaborador que é superdetalhista e faz tudo sempre observando cada minúcia, mas, em compensação, ele leva uma quantidade grande de tempo para concluir aquilo que se propõe a fazer. É o clássico ônus e bônus.

Agora imagine que você também tenha um colaborador que entrega várias tarefas por dia e costuma concluir as coisas com bastante agilidade, mas sem tanta qualidade assim. Engana-se quem pensa que um perfil é melhor que o outro: ambos são importantes para o time. É a famosa multidisciplinaridade!

Nesse sentido, uma gestão de tempo eficiente te permite acompanhar o rendimento de cada colaborador e, assim, alocar cada um deles na demanda que será melhor executada por cada perfil. Afinal, em uma tarefa que pede por mais agilidade e menos detalhes, um tipo de colaborador será mais produtivo para o seu negócio do que outro, por exemplo.

Permite avaliar o quadro de colaboradores

Ao mesmo tempo, quando você tem tais informações sobre controle de tempo, fica muito mais fácil avaliar o quadro de colaboradores da sua empresa. Afinal, não é raro negócios com colaboradores que dão mais prejuízo do que lucro.

Nesse sentido, esse tipo de gestão facilita a identificação de problemas como esse, além de facilitar também a tomada de decisão — comprovada, nesses casos.

Todas essas vantagens que acabamos de listar, embora diretamente relacionadas à gestão de tempo, refletem com bastante precisão no controle de custos do seu negócio. Afinal, como dissemos mais acima, um não caminha sem respingar no outro: são duas coisas muito próximas.

Agora que você já sabe algumas vantagens que a gestão de tempo e de custo apresenta para a sua empresa, que tal conferir 2 recursos que toda ferramenta de gestão deve ter para uma gestão de tempo e de custo?

Você quer o seu time mais produtivo?


Assine o blog e acompanhe nossos melhores artigos sobre comunicação interna, gestão, liderança e produtividade.