Blog Intranett

Blog do software de gestão de projetos, tarefas, arquivos, pessoas e comunicação.

Comunicação Interna

Comunicação Interna nas Empresas: 7 fatos que vão te motivar

Uma pesquisa realizada em Novembro de 2016, pela Ação Integrada em parceria com a Social Base, revelou alguns dados interessantes sobre a comunicação interna nas empresas. O levantamento trouxe números muito animadores para essa estratégia.

Foram entrevistadas diversas pessoas que trabalham em empresas de pequeno, médio e grande porte. As funções dos entrevistados giraram entre gerentes, líderes e coordenadores na maioria das vezes.

O objetivo era entender como a era adotada a comunicação interna nas empresas, bem como, compreender o futuro dessa estratégia. O estudo incorporou a percepção dos entrevistados em relação aos resultados atuais e seus planejamentos para o futuro.

Essas estatísticas servem para melhorar o humor dos gestores e empresas que desejam aperfeiçoar esse processo dentro do negócio. Pois além de mostrar como as demais empresas agem frente a isso, também reúne algumas dicas que podem ser usadas por você.

A fim de mudar o seu pensamento sobre comunicação interna nas empresas e melhorar seus resultados com ela, veja um pouco mais desse estudo.

Acompanhe como anda o diálogo nas companhias de diferentes segmentos e tamanhos. Aproveite também para aprender como intensificar uma conversa mais igualitária e benéfica dentro de sua empresa.

1. Valorização da comunicação

O estudo mostra que as empresas estão valorizando cada vez mais a comunicação interna. Para 35,9% dos entrevistados é um setor importante na organização e algo estratégico a ser implantado no negócio.

Isso demonstra que gestores estão preocupados em montar um processo de comunicação eficaz e assertivo. Com isso as vantagens dessa estratégia serão percebidas amplamente em diversos negócios.

Para deixar as coisas ainda mais divertidas, 70% das empresas possuem profissionais dedicados a essa área. Esses trabalhadores possuem entre 1 a 10 anos de experiência com o endomarketing, o que reforça a preocupação com a qualidade do setor.

Profissionais focados na comunicação interna nas empresas

Todos esses números charmosos nos mostram que aquela ideia ultrapassada, que não é preciso comunicar as coisas, está se dissipando. Ao que parece, as organizações estão cada vez mais engajadas com essa prática, melhorando o seu ambiente interno e externo.

Quando a comunicação interna nas empresas é valorizada tanto quanto deveria, são percebidos aumentos na produtividade, melhora no ambiente de trabalho, diminuição de rotatividade de pessoal e assim por diante.

Esses são fatores que estão atraindo a atenção da maioria das empresas e devem continuar nessa faixa de crescimento.

2. Reconhecimento do papel do líder

No geral, todos os participantes do estudo reconhecem o papel do líder no processo de comunicação com os funcionários.

86% das pequenas empresas pretendem manter ou intensificar o papel do líder frente à comunicação. Esse número é de 91% nas médias empresas e 96% nas grandes corporações.

Dados que demonstram como os gestores imediatos vêm sendo valorizados dentro da realidade do negócio. Segundo a pesquisa, eles possuem um papel importante na intermediação da alta liderança com os colaboradores.

O melhor de tudo, é que essa frequência de crescimento deve ser mantida de acordo com a pesquisa. Em linhas gerais, podemos aguardar por profissionais mais comunicativos nesses cargos e com maior poder de influência.

E como é de se esperar, com líderes melhores, toda a equipe cresce em performance e qualidade. Coisas muito buscadas pela maioria dos negócios, por sinal.

3. Uso da tecnologia cresceu

Apesar da comunicação face a face ser a mais comum na maioria das empresas ouvidas durante o estudo, o uso da tecnologia tende a aumentar.

Os pequenos negócios pretendem intensificar a utilização do e-mail (41%) e da intranet (33%) como ferramentas de comunicação. O padrão praticamente permanece o mesmo nas médias empresas e cresce ainda mais nas grandes corporações.

Enquanto a intranet será intensificada ou aderida para 60% dos negócios de médio porte, ultrapassa os 70% nas grandes organizações. O que demonstra que essa é uma das ferramentas mais usadas para comunicação interna nas empresas e deve continuar assim por um bom tempo.

Tal crescimento se repete em diversas ferramentas digitais como redes sociais corporativas, newsletters, revistas digitais, aplicativos móveis, etc. Cada vez mais a tecnologia tem despertado o interesse das corporações para diversas finalidades.

Tecnologias usadas para comunicação interna nas empresas

Com esses números em mãos, fica evidente a importância da tecnologia como ferramenta de comunicação.

Essas plataformas permitem a entrega do conteúdo de forma mais facilitada, ágil e com custos inferiores aos modelos tradicionais. Vantagens que têm tornado sua utilização cada dia mais frequente dentro das empresas.

4. Combate à rádio peão

O timing e os ruídos na comunicação ainda são muito frequentes na maioria dos negócios. Entretanto, para 18% dos entrevistados as campanhas internas já são suficientes para alcançar o público e reduzir o impacto da fofoca no ambiente de trabalho.

Essa é uma informação particularmente interessante, pois demonstra o real potencial de eliminar essas falhas através de uma comunicação assertiva. O que deixa qualquer bom gestor com um sorriso de orelha a orelha, não é mesmo?

Já em relação à fluidez da informação, para 28% isso ocorre de forma natural e livre. Ou seja, as ferramentas de comunicação permitem o diálogo e geram interação entre os colaboradores. Uma das coisas mais buscadas também hoje em dia.

A horizontalidade do diálogo ajuda a integrar todo o time e falar a mesma língua. Além disso, atrasos em projetos e outros problemas são evitados. Já que todos conseguem se comunicar adequadamente, inclusive, entre setores diferentes.

5. Capacitação é a chave

O investimento em aperfeiçoamento dos gestores, a maior fonte de comunicação segundo o estudo, também mostrou índices de crescimento. 58% dos entrevistados afirmaram oferecer algum tipo de treinamento ou apoio para melhorar a liderança na empresa.

Entre os esforços se destacam campanhas específicas para gestores melhorarem sua comunicação, guias com boas práticas e treinamentos.

Investimentos para comunicação interna nas empresas

Ao mostrar interesse em treinar os seus líderes, podemos esperar uma comunicação ainda melhor para os próximos anos. Afinal, esses profissionais correspondem à boa parte dessas iniciativas e são muito importantes no processo.

6. A importância de mensurar

Mensurar é algo importante para quase a totalidade dos entrevistados. Em uma análise geral, 74% dos entrevistados atribuem importância a essa prática, e essa questão apresentou conotação positiva em todos os tamanhos de negócios.

Mensuração para comunicação interna nas empresas

Boa parte desse número se deve a necessidade de comprovar o retorno das estratégias, cada dia mais frequente nas companhias. Mesmo assim, não deixa de ser uma estatística motivadora, não é mesmo?

É bom notar que os gestores percebem que as campanhas de comunicação interna nas empresas devem ser monitoradas e melhoradas com frequência. Isso retira aquele velho pensamento de fazer apenas por fazer.

Apesar de apenas 5% das empresas conseguirem medir a totalidade de seus esforços de endomarketing, reconhecer a importância já é um começo.

O melhor de tudo é que 41% das empresas já usam pesquisas quantitativas e qualitativas em seu dia a dia para colher dados. E 55% das respostas afirmam que conseguem medir o ROI algumas vezes em seus esforços.

Dados que nos deixam um pouco aliviados, já que as empresas têm buscado se especializar no monitoramento e análise do ROI da comunicação interna.

7. Investimento na comunicação interna nas empresas

No geral, não houve muitas alterações no orçamento de comunicação interna entre 2016 e 2017, de acordo com o estudo.

Apenas as médias e grandes empresas viram um aumento na verba de 30%, em média. Para 29% dos entrevistados, a estimativa de custo com a comunicação aumentou um pouco, mesmo que de forma tímida.

Orçamento para comunicação interna nas empresas

Na atual crise, um aumento nessa proporção é algo a se comemorar. Já que em momentos de recessão essa prática é uma das primeiras coisas a sofrer corte.

Os valores financeiros giram em torno de R$ 50 mil para pequenas empresas (77%), 50 a 300 mil para médias (33%) e 50 e 1 milhão para grandes negócios (68%). Esse montante também será aplicado em boa parte para a tecnologia como ferramenta de comunicação, o que reforça o crescimento dessa prática que vimos anteriormente.

Para 68% dos entrevistados as empresas ainda investem pouco em comunicação interna, o que pode ser uma ótima oportunidade para rever o seu orçamento e analisar possibilidades de aprimoramento dessa estratégia.

Conclusão

O estudo serviu para motivar e intensificar os esforços de comunicação interna nas empresas. Os números indicam que essa tendência tem crescido e é bom você acompanhar essa evolução.

É sabido que os colaboradores estão cada vez mais exigentes e as empresas devem atender as demandas desse público. Com a concorrência frequente, também é interessante ficar de olho no diálogo interno para não perder talentos para outras marcas.

Sendo assim, estude esses números e veja como melhorar o seu processo de comunicação também. Com certeza, são dados que você vai querer ver em seu próximo balanço, mas é preciso começar o quanto antes.

E no seu dia a dia, como anda a comunicação interna na empresa em que você trabalha? Você percebeu o impacto desses números em seu dia a dia? Deixe um comentário abaixo!

Deixe um Comentário